Redoma Rosé 2011 – Niepoort

Por 18 outubro, 2016 0 Permalink

A Niepoort é uma empresa familiar que, há cinco gerações, produz vinho em Portugal, na região do Douro. Iniciaram em 1842 com vinho do porto e hoje são uma referência, aclamados pela crítica especializada, em quase todas as variedades da bebida.

Em 1999 a casa lançou o seu primeiro rosé, “tentando provar que um vinho de qualidade também pode ser rosé”, como afirma o próprio produtor.

Bom, eu diria que eles conseguiram!

O Redoma Rosé 2011 fermentou por 20 dias em barricas novas de carvalho francês, depois passou 6 meses em cubas de inox. A fermentação maloláctica foi só parcialmente realizada.

Elaborado com 30% de Tinta Amarela, 20% Touriga Franca e 50% de outras castas não divulgadas, foi colhido de vinhas mais velhas plantadas em solo de xisto na região do Douro. Álcool a 12%.

 

Redoma Rose 2011Prova:

Visual: salmão intenso.

Nariz: Não esperava encontrar tanta complexidade em um rosé. Camadas que se abriam pouco a pouco. Cereja e defumado no inicio, leve herbal de folhas verdes escuras cozidas (nenhum incomodo), pinha e alguma farmácia (cetona).

Boca: Bastante corpo para um rosé (médio corpo+), mineral (giz), defumado de corda, ameixa amarela e cítricos (grapefruit). Bastante acidez e frescor e um looooongo final.

Boa estrutura e elementos muito bem integrados.

Recomendo com louvor.

Sem comentarios

Deixe uma resposta